quinta-feira, março 03, 2011

Um curioso ser pantanoso

A evolução tomou caminhos estranhos. Um pequeno animal africano, cujo nome eu não vou lembrar (lembrei: HYRAX), é - quem diria - "parente" próximo do elefante. Os peixes resolveram sair da água e viraram lagartos. Os lagartos, insatisfeitos, resolveram desenvolver penas e voar. Para alguns animais, porém, esse caminho revelou-se na verdade um beco sem saída... 

Com vocês: o Saltador-do-Lodo.
Em inglês, Mudskipper;
Em francês, Poisson Grenouille;
Em islandês, Eðjustökkull;
E em russo, para a Deo, Илистые прыгуны.

Já apresentei aqui animais estranhos como o aye-aye, o macho-fuçado e, mais recentemente, o fugu e os gorilas arremessadores de excremento. O saltador-do-lodo não fica para trás no quesito esquisitice e, como não podia deixar de ser, é habitante de dois países exportadores de animais estranhos: Madagascar (aye-aye) e Japão (Caranguejo Gigante e Godzilla). Com um currículo impressionante, ele virou assunto para esse post. Trata-se de um peixe de aparência peculiar, com cor de lama e pintas azuis vibrantes pelo corpo. 

saltador do lodo
Saltador-do-Lodo, muito prazer.

saltador do lodo distribuicao geografica
Distribuição geográfica aproximada. Em vermelho. Leste da África, Índico e Pacífico até o Reino de Tonga (Sim, existe esse país)

Vamos começar pelo nome: saltador-do-lodo. Ele salta no lodo. Grandes merdas - você vai me dizer. O peixe voador também salta (e aposto como o faz melhor) e o salmão nada contra a correnteza! Pois bem, caro leitor... Lembra quando eu falei sobre peixes virando lagartos? E becos sem saída na evolução? Não falei isso à toa! Nosso amigo saltador é um peixe/anfíbio. Isso mesmo! Ele rasteja pelos mangues e respira oxigênio pela boca. E ainda assim, é um peixe!

peixe que gosta de oxigenio
 Problema, Pequena Sereia?

Esses peixes vivem em mangues e áreas pantanosas na região vermelha do mapa. Passam a maior parte do tempo em uma toca úmida, cavada na lama. São exímios escavadores. A técnica por eles elaborada consiste em engolir um pouco de lama, enchendo as bochechas feito um hamster. A lama fica mais consistente adquirindo uma aparência análoga às fezes de um coelho. Em volta da entrada da toca, o peixe dá cusparadas de bolotas lamacentas dignas de um John Wayne cuspindo tabaco mascado em um saloon. O processo é repetido até a toca ficar pronta e rodeada das ditas bolotas. A maré e a chuva costumam causar estragos em suas moradas, mas, não faz mal: o saltador-do-lodo é um trabalhador imune à fadiga e adaptado à rotina.

Saem no momento do recuo da maré para comer "bichinhos da lama" invisíveis aos nossos olhos. Agora, e essa história de SALTAR? Pois bem... No acasalamento, os machos têm que aparecer. Então, eles se reúnem no mangue numa competição de "quem pula mais alto" enquanto as fêmeas observam. É um grande esforço; as fêmeas costumam ser bem seletivas. Aos machos que não se identificam com esse ritual alegre e saltitante, resta demonstrar a força bruta. E é aí que vem a parte mais interessante! Foi praticamente a razão pela qual eu escrevi esse post todo.

SENHORAS E SENHORES

...Esse peixe ROSNA!! Quando estão brigando, eles abrem uma boca enorme, cheia de dentes tímidos, mas talvez afiados, e ficam mordendo um ao outro e rosnando. Ódio pouco é bobagem. Também fazem questão de abrir suas imponentes barbatanas. Mas o mais impressionante é o som oco e grave que sai das goelas do animal. Já viram outro peixe que respira, passeia pelos pântanos, pula e rosna? Pois é... Ele ainda tem uma ventosa na barriga. Dá pra pregar na janela do carro. Uma verdadeira pérola da mãe natureza.Obrigado, Darwin!

peixe que rosna
BADASS!!!!!

4 comentários:

Deo a Terrível disse...

Skavurska! Obrigada pela versão em russo especialmente pra mim! To missi! 'Mi sintindo'! =D

Agora, isso aí é peixe mesmo? Você tem certeza? Dá pra comer? Que coisa bem esquisitinha, hein... Só você mesmo Rafa, pra apresentar pra gente um carinha desses. Nem vou perguntar como vc fica sabendo dessas coisas.

E os desenhos estão cada vez melhores. =D

Besos!

Dom Rafa disse...

Hahahahaha!
De nada pela menção russa. Pois é... Esse treco existe e é um peixe! Agora, se dá pra comer... Eu que como tudo que é tipo de bizarrice (já experimentei gafanhoto, baleia e cascavel) não me erriscaria num peixe que vive no lodo dos pânatanos e tem uma ventosa na barriga. Deve ter areia entranhada na carne. Not Good! E vc n perguntou, mas fiquei sabendo num documentario (acho que da BBC?) q vi no Youtube, a enciclopedia em vídeo.

Beijos! ;*

Raíssa disse...

Só tu mesmo! Vou te mandar pro Globo Repórter pra apresentar esses animais pro país todo.
hahahahaha

beijos!

Dom Rafa disse...

@Raíssa; Hahahaha! Deve ser uma profissão legal, não acha? Seria uma aventura interagir com um treco desses.

Beijos!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...